• (51) 3224.1997
  • ouvidoria@abojeris.com.br
  • 09:00 às 12:00, 13:00 às 18:00

Abojeris Sindicato convoca a categoria para ato público em Passo Fundo

  • Publicado em: 22 de Outubro de 2018

A Abojeris faz questão da participação de toda categoria da região de Passo Fundo para, na próxima quinta-feira (25), participar do ato público que acontecerá no município. Esse é o momento dos trabalhadores se unirem e lutarem por melhorias nas condições de trabalho e pela garantia dos seus direitos.  

Os servidores têm enfrentado diversas dificuldades no cumprimento das suas atividades profissionais como, por exemplo, a defasagem no auxílio-condução. Diferentemente das outras categorias, os Oficiais de Justiça trabalham com os seus próprios veículos no cumprimento das determinações judiciais e, para isso, recebem o auxílio-condução. Porém, essa verba está desatualizada há anos. Atualmente, com os diversos aumentos nos preços da gasolina e derivados, seguros, despesas com pneus e manutenção dos veículos, o auxílio custeia apenas cerca de 30% das despesas. 

Outra preocupação dos OJs é a extinção de cargos. O Tribunal de Justiça remeteu ao Legislativo o PL 93/2017 para extinguir os cargos de Oficiais Escreventes, que representam mais de 61% da força de trabalho do judiciário estadual. Eles serão substituídos por Técnicos Judiciários com salários menores, o que irá contribuir para a queda da qualidade do serviço prestado à população. Por isso, a Abojeris Sindicato está junto com os Oficiais Escreventes, resistindo à extinção dos seus cargos, pois essa medida não é vantajosa nem para a categoria e nem para a população que utiliza os nossos serviços. 

Também não podemos esquecer do congelamento salarial de cerca de 4 anos, período em que a inflação subiu em torno de 30%. Por isso, dia 30 de outubro a Assembleia Legislativa vai votar o PL 218/2017, que recupera parte da inflação de 2015 (5,58%). Precisamos lotar as galerias do parlamento gaúcho para garantir esse pequeno índice, que apenas ameniza um pouco da crise que estamos suportando. 

Além de todos os problemas já citados, os OJs ainda expõem-se diariamente a situações de risco no cumprimento das ordens judiciais e estão sobrecarregados pela defasagem do quadro em diversas comarcas. Devemos intensificar a nossa luta pela valorização de toda a categoria e por melhores condições de trabalho. É por isso que precisamos do maior número possível de OJs em Passo Fundo na próxima quinta-feira. Só assim vamos avançar na conquista dos nossos direitos.